EVANGELISMO

JESUS E A MULHER SAMARITANA
Texto Bíblico: Jo 4.1-26.
          Através do encontro de Jesus com a mulher samaritana, podemos compreender a importância que há em apresentar um evangelho organizado e com ética, não podemos vender o evangelho, nem tampouco apresentá-lo como qualquer coisa, porque a salvação é um presente sobrenatural dado por Deus para toda a humanidade.

Jesus nos ensina no encontro com a samaritana alguns princípios para evangelizar com efetividade.
 Tomar a iniciativa de fazer o contato evangelístico, tratando a pessoa de forma amistosa, com amor e sabedoria.
 Ter uma entrega total sem perder o objetivo, valorizando ao máximo a pessoa.
 Amar ao próximo vencendo o desânimo e tendo persistência.
 Guiar e não obrigar a pessoa a tomar a decisão por Cristo.

Jesus ensinou seis pessoas para evangelizar.
1. Captar a atenção, superando obstáculos. (Jo 4.7-9)

Quais foram os impedimentos que Jesus teve que superar?
- impedimentos sociais; políticos; religiosos e sociais.

O Senhor Jesus superou estes obstáculos através deste pedido “Dá-me de beber” que serviu para:
- quebrar o gelo; criar um vínculo e iniciar um diálogo.

Esta frase “Dá-me de beber”, traduzida para nossa atualidade poderia ser:
- você é feliz?; Você crê em Deus?; Deus tem um propósito para sua vida; Jesus te ama. Posso orar por você?; A vida vale a pena. (camiseta: Posso orar por você)

2. Despertou o interesse da mulher samaritana (Jo 4.10-12)
O evangelista deve ter bem claro estes dois princípios espirituais, baseados precisamente na expressão “O dom de Deus” que significa que esta mulher ignorava duas coisas:
1. A salvação como presente de Deus; e
2. A identidade do Salvador que estava à sua frente.

Quando o evangelista entende estes princípios, ele se motiva a dar o melhor presente que se pode dar ao ser humano que é a salvação, onde nenhum dinheiro do mundo poderá pagar.

Como criar o interessa nas pessoas que estão sendo evangelizadas?
1. Despertando confiança com um diálogo aberto;
2. Sendo espontâneo e humilde;
3. Respondendo sabiamente às perguntas;
4. Perguntando com sabedoria.

3. Criou um desejo de mudança de vida. (Jo 4.13-15)
(Se você soubesse que existe uma pessoa com poder de realizar seus sonhos, você gostaria de conhecê-lo?)
Pelas condições de vida da samaritana, ela tinha por costume ir à hora sexta (12:00h) ao poço de Jacó buscar água, pois a essa hora não havia muitas pessoas para julgar sua condição. Ela estava interessada em seguir ouvindo o Senhor, para conhecer o segredo que Ele lhe revelaria. Onde ela poderia encontrar esse novo poço? Onde encontraria água milagrosa para nunca mais ter sede? Então ela diz: “Dá-me dessa água”.

Como despertar nas pessoas uma mudança de vida?
1. Não sendo religioso;
2. Apresentando o evangelho com naturalidade;
3. Evitando julgar a pessoa por sua condição atual;
4. Discernindo através do diálogo suas necessidades para suprí-las.

Estas atitudes positivas por parte do evangelista produzem respostas como:
- Estou necessitado e preciso de ajuda; Preciso de uma mudança de vida; Por favor, ajuda-me; O que tenho que fazer para ser salva?

4. A mulher foi confrontada com seu pecado (Jo 4.16-18)
Com a expressão “Vai, chama a teu marido” Jesus colocou o dedo sobre a ferida interna desta mulher, cuja origem era precisamente o pecado. Será que a mulher precisava ter marido para ser salva? Em verdade não.
Então por que Jesus fez esse pedido “Vai chama a teu marido?
1. Para que ela fizesse uma avaliação de sua vida;
2. Para que ela reconhecesse sua condição de pecadora;
3. Para que ela procedesse a um genuíno arrependimento.

Quais eram as condições espirituais e emocionais desta mulher?
1. Espiritualmente morta e afastada da presença de Deus;
2. Com uma família destruída;
3. Emocionalmente ferida;
4. Rejeitada pela sociedade daquela época;
5. Desvalorizada em todas as áreas.

Como ajudar uma pessoa a que proceda a um verdadeiro arrependimento?
1. transmitindo o amor de Deus;
2. Não sendo juiz;
3. Esclarecendo que a raiz dos seus sofrimentos é o pecado;
4. Motivando-a a para que não perca a oportunidade.
5. A mulher tomou a decisão da sua vida (Jo 4.26)

Jesus orientou este diálogo para que esta mulher tomasse uma decisão que mudaria a história da sua vida e por isso se revela como o Cristo dizendo: “Eu sou o que fala contigo”
Agora esta mulher estava face a face com Cristo e tinha a opção de aceitar ou rejeitar a Jesus.
Como orientar a pessoa a tomar a decisão da sua vida?

Depois que a pessoa reconhece o seu pecado, ela tem que tomar uma decisão.
1. Confessar seu pecado;
2. Renunciar seu pecado;
3. Fazer a oração de fé;
4. Entregar sua vida a Jesus.

6. A mulher se tornou uma evangelista.
A mulher samaritana demonstrou sua fé ao dar testemunho público à cidade de Samaria, e por isso ganhou seu povo para Cristo. As pessoas novas são os melhores evangelistas como no caso desta mulher que conquistou um povo todo para Cristo rapidamente.

Essa força evangelística do novo se dá porque:
1. Quer a salvação de sua família;
2. Que a salvação de seus amigos, vizinhos e companheiros;
3. Esta experiência sobrenatural é a motivação que o leva a evangelizar com agressividade;
4. O Espírito Santo acendeu a chama do evangelismo em sua vida.