quinta-feira, 17 de maio de 2012

O QUE O FILHO PENSA DO PAI AOS...

O QUE O FILHO PENSA DO PAI.

Aos 3 anos:             Papai, te amo.”
Aos 5 anos:             Meu pai sabe muitas coisas, meu pai é o maior.
Aos 7 anos:             Meu pai é meu Ídolo.

Aos 9 anos:             Meu pai não sabe exatamente tudo.
Aos 11 anos:           Parece que papai se engana em certas coisas

Aos 13 anos:           Meu pai sempre erra em algumas coisas.
Aos 15 anos:           Meu pai é tão irritante.
Aos 17 anos:           Eu quero sair de casa.

Aos 19 anos:           Meu pai nunca tem razão.
Aos 20 anos:           Papai está um pouco atrasado em suas teorias; elas não são desta época.
Aos 22 anos:           Ele? Meu Deus, ele está totalmente desatualizado!
Aos 25 anos:           Meu pai é pré-histórico, não sabe de nada;
Aos 26 anos:           Meu pai às vezes tinha razão.
Aos 27 anos:           Meu pai está certo em algumas coisas.
Aos 28 anos:           Meu pai sempre tinha razão.
Aos 29 anos:           Eu quero voltar pra casa do meu Pai.
Aos 30 anos:           Talvez devêssemos pedir a opinião do papai. Afinal de contas, ele tem muita experiência.
Aos 31 anos:           Não vou fazer coisa alguma antes de falar com o papai.

Aos 32 anos:           Eu me pergunto como o papai teria lidado com isso. Ele tem tanto bom senso, e tanta experiência!
Aos 33 anos:           Eu não quero perder o meu Pai.

Aos 34 anos:           Quanta razão tinha meu pai!
Aos 35 anos:           Eu daria tudo para que o papai estivesse aqui agora e eu pudesse falar com ele sobre isso. É uma pena que eu não tivesse percebido o quanto era inteligente. Teria aprendido muito com ele.
Aos 45 anos:           Que pena papai não estar aqui; ele tinha idéias notáveis.
Aos 50 anos:           Meu querido Pai, você era um sábio, como lastimo tê-lo compreendido tão tarde!" “Eu abriria mão de TUDO para tê-lo aqui ao meu lado e dizer-lhe: “Te amo”.